O prefeito Marcelo Crivella proibiu no RJ a amostra Queermuseu, que em Porto Alegre foi cancelada pelo Santander, após suas obras, recheadas de blasfêmias e sexismo infantil, terem sido alvo do agressivo bom senso popular nas redes sociais, que afirma que a amostra promove a pedofilia.

Crivella disse: “Saiu no jornal que vai ser no MAR. Só se for no fundo do mar!”.

E avisou: “A população do Rio de Janeiro não tem o menor interesse em exposições que promovam zoofilia e pedofilia”.

 

Comentários