Uma pequena estrutura foi banida de um mercado inglês, em razão de que a senhora proprietária estava vendendo canecas com “ofensivas estampas de Cavalheiros Templários”.

Tina Gayle foi proibida de ter a pequena estrutura dentro do Mercado Loughborough após alguém reclamar das canecas.

A pessoa afirmou que as canecas templárias, que custavam £6, eram ofensivas a muçulmanos, o que fez com que o estabelecimento pedisse para ela remover estas dos seus produtos.

Ao se negar a fazer, foi notificada e informada do banimento pelo estabelecimento.

Enquanto o Ocidente perde os seus símbolos, o islã impõe sua radicalidade com absoluta tranquilidade e consideração indevida.

Comentários