Numa demonstração de verdadeira agressividade do movimento LGBT americano, o drag queen Xochi Mochi, conhecido por visuais sombrios que se aproximam do satanismo, fora convidado para apresentar, pasme, uma roda de leituras infantis.

A imagem é chocante e mostra a clareza dos envolvidos da biblioteca pública de Long Beach de tentar normalizar o satanismo, na extrema crise de valores que passa o Estado da Califórnia:

media-20171016

A Biblioteca Pública de Long Beach deletou a postagem, mas o print comprova o ocorrido.

Abaixo mais fotos do sombrio drag queen:

blogger-image-189379238415534843_910826079019018_3038665207023927296_n14733573_1841534912750632_3892868807026278400_n14566746_827614510675389_118336240314482688_n

Comentários