Seguindo o golpe orquestrado pela esquerda e pelo governador Puigdemont, o parlamento da Catalunha votou a declaração de independência do Estado. O resultado da votação foi de 70 a 10, em votação boicotada pela oposição.

Após o resultado ocorrido na manhã de hoje, o primeiro ministro espanhol Mariano Rajoy enviou ao Senado espanhol pedido de execução do art. 155 da Constituição Espanhola, que dispõe da intervenção na Catalunha, do afastamento do governador Puigdemont e da convocação de eleições na região em até seis meses.

O Conselho de Ministros da Espanha ainda precisa ratificar a destituição de Puigdemont, o que deve acontecer ainda hoje.

Comentários