A mídia convencional abafou mais essa notícia, para fortalecer o clã comuno-fascista para seus projetos de ascensão ao poder.

O PDT e Partido Comunista da China (PCCh) promoveram em julho deste ano de 2017, no Rio de Janeiro, uma reunião para fortalecimento da candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República.

O PDT foi liderado por Manoel Dias, enquanto os comunistas chineses estavam sob o jugo do secretário do Comitê Central do partido, Du Qinglin.

O secretário do Secretariado do Comitê Central do PCCh, Du Qinglin, tinha afirmado que “os partidos têm semelhanças nas ideologias. Com base nos princípios de independência, estamos totalmente dispostos a fortalecer o intercâmbio, o conhecimento e a confiança”.

O PDT, de fascista-peleguista, agora flerta com o comunismo e segue no Foro de São Paulo.

Comentários