Não foi um dia fácil para ideólogos de gênero ligados ao globalismo. Apesar de não ter tido uma agressão de fato, ao contrário do destacado de maneira mentirosa pela mídia convencional, Judith Butler ouviu um protesto muito barulhento.

A promotora da ideologia de gênero e professora em Berkeley, além de ter sido recebida com mais de 300 mil assinaturas pelo cancelamento de sua palestra e com a queima de bonecos seus, de Fernando Henrique Cardoso e de George Soros, ainda teve de passar por um escracho público no Aeroporto de Congonhas, ao estar retornando para os Estados Unidos.

Butler não sabe, mas foi a responsável por dar origem a uma nova espécie de protesto no Brasil: o protesto de direita de verdade.

Abaixo um trecho onde Butler com desagrado ouve a protestos populares.

Comentários