Segundo o Infowars, Tony e John Podesta, coordenadores da campanha de Hillary Clinton enfrentarão indiciamentos após as revelações de envolvimentos da Rússia nas eleições de 2017. Eles fecharão um dos mais ativos grupos de lobby de Washington, o Podesta Group.

Fontes indicam que Tony Podesta foi avisado para se preparar para os inquéritos.

O Podesta Group fora revelado na investigação de Robert Muller, Procurador geral do Department of Justice, após ficar revelado que a firma de lobby fora recrutada para ser relações públicas na Ucrânia por Paul Manafort e Rick Gates, ambos acusados por Muller no último mês por violarem a lei que limita o lobby no exterior.

“Os Podestas devem ser utilizados como cordeiros sacrificados pelo Partido Democrata”, afirma Alex Jones, chefão do Infowars

John e Tony Podesta foram os responsáveis pelo lobby mais longíquo e falso dentro do Legislativo americano e da mídia, acerca das falsas alegações de que Trump estaria envolvido com a Rússia.

Comentários