Em um editorial do Rodong Sinmun, principal periódico norte-coreano com edição em inglês, Trump é acusado de ferir “a dignidade do líder supremo” durante sua turnê na região da Ásia e Pacífico.

“O pior crime, do qual ele nunca deverá ser perdoado, é que ele se atreveu a maldizer e ferir a dignidade do líder supremo”, afirma o artigo. “Ele deveria saber que ele é apenas mais um criminoso sentenciado à morte pelo povo coreano”.

“Ele será forçado a pagar com a vida por essa blasfêmia a qualquer momento”.

Durante a sua ida ao Vietnã no sábado, Trump sugeriu que Kim era “baixinho e gordo”.

A agência estatal chamou Trump de “velho lunático”, após o presidente americano ter cobrado firmeza de legisladores da Coréia do Sul.

“Os EUA não buscam conflito ou confrontação, mas nós jamais iremos fugir”, afirmou Trump em Seul. “A história está cheia de problemas com regimes que ingenuamente nos testaram a resolver”.

“Qualquer um que duvida a força e a determinação dos Estados Unidos deveria olhar para o nosso passado, e você não irá mais duvidar”.

Comentários