O “World Jamboree” está começando a parecer mais como um festival de Woodstock dos anos 1960, ao invés de um acampamento’ 

Organizadores do “World Scout Jamboree” do próximo ano deverão fornecer preservativos para todos os participantes. 

A exigência bizarra é mencionada em um manual adaptado pelo Comitê Mundial dos Escoteiros em 2016 e diz que preservativos devem ser prontamente disponíveis para todos os participantes e pessoal. 

“A organização de acolhimento deve assegurar que os preservativos sejam prontamente e facilmente acessíveis para todos os participantes funcionários em um número de locais no sítio – página 11 do manual.

“Cabeças de Contingente devem ser informados antecipadamente e cientes da sua responsabilidade em comunicar esta política aos seus participantes, líderes das unidades e contingente de funcionários de forma adequada. Ao fazer esta informação disponível no local, estarão levando em consideração as diversas culturas e crenças presentes.” 

Além disso, o manual afirma que uma exceção para o consumo de álcool em “áreas confinadas” pode ser feita para adultos “em conformidade com os hábitos do país de acolhimento.” 

O vindouro “24º World Scout Jamboree”, será realizado em West Virginia em 21 de julho de 2019, que pela primeira vez receberá escoteiros do México e Canadá, bem como dos EUA, de acordo com sites de escoteiros. 

A organização da “Boy Scouts of America” (Garotos Escoteiros da América, em tradução livre) já estava sob fogo depois de anunciar no início deste mês seus planos para riscar a palavra “Garotos” de seu título. A organização adicionou que também começariam permitindo meninas em suas fileiras. Em 2015, o Boy Scouts of America também fora criticado depois de levantar a proibição, permitindo gays como chefes escoteiros. 

Críticos de movimentos mais recentes os escoteiros dizem que a organização está muito longe do que representava uma vez. 

“Tendo em conta a política de preservativo obrigatório, não é claro o quão fundo os escoteiros continuarão a cair,” disse o presidente de Conselho de política de família da Florida, John Stemberger. 

Captura de Tela 2018-05-23 às 13.27.01

(“Com a adição de preservativos e álcool, o World Jamboree está começando a soar mais como um festival de Woodstock dos anos 1960, ao invés de um acampamento em que os pais querem enviar seus filhos! Tudo isto deve ser profundamente perturbador para as igrejas que fretam tropas de escoteiros. Estas políticas apresentam um problema de proteção de juventude clara que a BSA [Boys Scouts of America – Garotos Escoteiros da América, em tradução livre] absolutamente se recusa a reconhecer. O fato de que eles estão exigindo que os preservativos sejam “acessíveis” e estão comunicando isto a todos — incluindo participantes jovens — mostra que a BSA quer antecipar e facilitar a conduta sexual entre menores nesse evento. Estas políticas são ultrajantes e completamente irresponsáveis. )

Fonte: Infowars.

Comentários

Deixe um comentário