O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu decidiu mover todo o seu gabinete de segurança para um bunker de alta tecnologia  no subsolo de Jerusalém, abrigando e centralizando o gerenciamento de crise nacional, dizem funcionários israelenses. 

Por isso é importante: A decisão vem com a ameaça de escalada de violência do Irã. A guerra fria entre Israel e Irã virado vem esquentando nos últimos três meses em meio a luta pela influência na Síria. Israel aumentou seus ataques aéreos contra as forças iranianas e pro-iranianas na Síria como parte de uma tentativa de bloquear e reverter o entrincheiramento militar iraniano no país dilacerado pela guerra. 

Oficiais israelenses disseram que realizaram duas reuniões do gabinete de segurança recentemente no abrigo subterrâneo e, de acordo com os horários de vários ministros, as próximas quatro reuniões do gabinete de segurança também são definidas para ter lugar nas instalações. 

Vários membros do gabinete disseram que Netanyahu mudou as reuniões do gabinete de segurança para o bunker subterrâneo por causa do medo de vazamentos de discussões sensíveis sobre Síria e Irã. Funcionários do gabinete de Ministros não podem entrar com facilidade e os Ministros não podem usar seus telefones no bunker. 

Outro motivo é o medo da espionagem pelos serviços de inteligência estrangeiros, pois é muito mais difícil de recolher informações sobre as reuniões no bunker subterrâneo. 

Fonte: Axios.com

Comentários

Deixe um comentário