O Uber está encerrando seus testes do carro autônomo no Arizona, onde um dos carros se envolveu em um acidente fatal com um pedestre em março, disse a companhia na quarta-feira. 

A companhia notificou cerca de 300 trabalhadores do Arizona participantes no programa, informando que eles deveriam encerrar antes de 09:00 de quarta-feira. O desligamento deve demorar várias semanas. 

Pilotos de teste para os carros autônomos não trabalham desde o acidente em Tempe, mas o Uber disse que eles continuarão a serem pagos. O programa de caminhões da empresa também foi engavetado após o acidente. 

A polícia de Tempe emitiu uma declaração quarta-feira dizendo que o departamento completou seu relatório sobre a colisão envolvendo o veículo autônomo Ubert e apresentou-o ao gabinete do procurador do condado de Maricopa. No entanto, o relatório ainda não foi lançado ao público. 

“Isso ainda é considerado uma investigação ativa e como resultado, nós não estaremos liberando o relatório ou detalhes do inquérito”, disse o comunicado.”Qualquer informação sobre o resultado da investigação estará disponível após a revisão do escritório do procurador do condado de Maricopa e a conclusão do inquérito”. 

O Uber planeja reiniciar o teste com carros autônomos em Pittsburgh, quando os investigadores federais concluírem o inquérito sobre o acidente de Tempe, e disse estar debatendo com líderes de Califórnia para reiniciar o teste. 

 O Uber tem engenheiros em Pittsburgh e São Francisco, e a empresa disse que é mais fácil de testar veículos perto daqueles trabalhadores. Os engenheiros frequentemente viajam para o Arizona para trabalhar no projeto de teste de lá . 

“Estamos comprometidos com a tecnologia do carro autônomo, e estamos ansiosos para retornar às estradas públicas num futuro próximo, entretanto, estamos focados na nossa revisão de segurança” – disse o Uber em comunicado.

O serviço de transporte tradicional do Uber vai continuar a operar no Arizona. A empresa tem um centro de operações no centro de Phoenix e emprega cerca de 550 pessoas no estado, sem contar com os motoristas do aplicativo e planeja contratar mais cerca de 70, disse a empresa. 

Uber levou seu programa de teste para o Arizona em dezembro de 2016 após um conflito com a Califórnia. 

A empresa disse na época que uma ordem executiva de 2015 do Governador Doug Ducey foi fundamental para sua decisão de mudar para pro Arizona, e Ducey fez o anúncio quando os veículos chegaram no estado. 

“Enquanto a Califórnia coloca freios sobre inovação e mudança com mais burocracia e mais regulação, o Arizona está pavimentando o caminho para novas tecnologias e novos negócios,” Ducey disse na época. 

Após o acidente fatal, o Uber voluntariamente retirou seus carros autônomos das estradas, mas o governador também ordenou a ficar fora até que a investigação do acidente se complete. 

“O foco do governador sempre foi o que é melhor para o Arizona e pela segurança pública, não para qualquer empresa,” disse o porta-voz Ducey Daniel Scarpinato na quarta-feira. Ele acrescentou que a suspensão de testes da empresa permanece.

A má notícia foi que a empresa de tecnologia deixou o estado quebrado em um momento oportuno para o governador, já a NFL anunciou quarta-feira de manhã que Arizona hospedariam 2023 Super Bowl. 

Fonte: Azcentral.com

Comentários

Deixe um comentário