Por um período de quatro dias em maio, cerca de 14 milhões de usuários do Facebook em todo o mundo tiveram suas configurações de compartilhamento padrão para todos os novos posts definidos como “público”, revelou a empresa na quinta-feira.

O bug, que afetou esses usuários de 18 de maio a 22 de maio, ocorreu enquanto o Facebook testava um novo recurso.

Depois que os funcionários do Facebook descobriram o bug, a empresa voltou e alterou as configurações de privacidade de todas as postagens compartilhadas por esses 14 milhões de usuários durante esse período.

O Facebook alterou todas as postagens desses usuários durante o período de tempo afetado para privado, incluindo postagens que as pessoas podem querer compartilhar publicamente. A empresa disse à CNN que levou cinco dias para fazer essas mudanças.

Os usuários afetados do Facebook receberão uma notificação no aplicativo ou no site a partir de quinta-feira. Eles verão uma mensagem do Facebook pedindo aos usuários que “Analisem suas postagens” e um link para uma lista do que eles compartilharam no Facebook enquanto o bug estava ativo.

As postagens do Facebook geralmente são padronizadas para o último “público” com o qual uma postagem foi compartilhada, como membros da família, amigos ou amigos. Esse padrão foi alterado para público para os 14 milhões de usuários, mas se os usuários afetados notassem, eles poderiam ter alterado manualmente a configuração.

“Recentemente descobrimos um bug que sugeria automaticamente postar publicamente quando algumas pessoas estavam criando seus posts no Facebook”, disse Erin Egan, diretora de privacidade do Facebook. “Corrigimos esse problema e, a partir de hoje, estamos deixando todos os afetados saberem e pedindo que eles revisem as postagens feitas durante esse período. Para ficar claro, esse bug não impactou em nada que as pessoas postaram antes – e eles ainda poderiam escolher audiência, como sempre fizeram. ”

Um porta-voz do Facebook disse que a notificação é o começo de uma nova forma pró-ativa e transparente para a empresa lidar com os problemas daqui para frente.

Fonte: CNN

Comentários

Deixe um comentário