Alguns alegam que a transferência representa uma “sentença de morte” de fato


 

Temores pela segurança de Tommy Robinson estão aumentando depois que foi noticiada a sua transferência  para uma prisão altamente povoada por muçulmanos no Reino Unido e já recebeu ameaças de morte.

Robinson foi preso no mês passado por uma “violação da paz”, enquanto transmitia ao vivo um julgamento envolvendo uma gangue de muçulmanos fora do Leeds Crown Court.

Ele foi inicialmente mantido em uma prisão de baixa segurança com uma baixa população muçulmana.

No entanto, hoje foi revelado pelo gerente de Robinson, Caolan Robertson, que o ativista foi transferido para outra prisão que tem uma grande população carcerária muçulmana.

Robertson acrescentou que Robinson foi submetido a prisioneiros muçulmanos batendo nas paredes das celas e ameaçando matá-lo desde que chegou à cadeia. Ele agora está sendo mantido na ala principal da prisão entre a população geral, que é “cheia de pessoas que (não) gostam dele”, segundo Robertson.

Alguns afirmam que a transferência de Robinson para uma prisão altamente povoada por muçulmanos representa uma “sentença de morte” de fato. O próprio Robinson pediu a divulgação da informação porque teme por sua própria segurança.

Uma fatwa ( sentença de morte do islã) também foi emitida contra Tommy Robinson por um imã dentro de 24 horas após ele ter sido transferido para a nova prisão.

Em 2016, um homem que foi preso por deixar o bacon fora de uma mesquita em Bristol foi encontrado morto na cadeia no meio da sentença de prisão. Uma investigação mais tarde afirmou que o homem morreu de overdose de drogas.

“Ele é um alvo muito maior agora”, disse Robertson à Infowars, acrescentando que essa foi a “notícia mais devastadora possível”, porque os advogados estavam confiantes em garantir a libertação antecipada de Robinson.

O ex-editor da Breitbart London Raheem Kassam confirmou a notícia, twittando: “Os direitos humanos de Tommy estão sendo violados quando ele foi transferido para uma nova prisão no Reino Unido na noite passada, sem aviso ou motivo. Ele está agora em uma prisão predominantemente  muçulmana nas Midlands, na Inglaterra. ”

Ele também disse que a decisão de mover Robinson veio diretamente do Home Office do Reino Unido.

Comentários

Deixe um comentário