Um ex-satanista atestou o poder das orações cristãs, dizendo que ele foi impedido de realizar seus planos malignos quando encontrou um grupo de intercessores durante uma de suas missões.

John Ramirez diz que ele foi criado em uma família que era fortemente feiticeira e que alguns amigos o chamavam de “filho de Lúcifer”, por causa de sua participação em rituais satânicos que envolviam sacrifícios de animais.

Depois de se tornar um sumo sacerdote em uma religião chamada Palo Mayombe, Ramirez logo conheceu uma garota que a convidou para ir à igreja e o apresentou a seus pais cristãos.

Ramirez começou a freqüentar a igreja da família e ele eventualmente se voltou para Cristo durante um culto. No entanto, ele sofreu numerosos ataques espirituais pouco depois de renunciar à feitiçaria.

Apesar dos ataques, Ramirez manteve sua fé e agora compartilha o Evangelho com outros. Em seu livro “Armado e Perigoso: O Plano Final de Combate para Alvejar e Derrotar o Inimigo”, Ramirez compartilha alguns conselhos sobre como os cristãos podem lutar contra o mal através do poder do Espírito Santo.

Ramirez disse que ele escreveu o livro para que os cristãos possam entender como eles podem aplicar estratégias de “defesa” e “ofensiva” na guerra espiritual.

Ele explicou que o satanismo é mais poderoso quando usado contra cristãos que não oram. Ele se lembrou de uma ocasião em que ele encontrou um grupo de crentes que oraram contra ele quando ele estava realizando uma designação antes de sua conversão.

“São aqueles crentes, é esse grupo de pessoas, aqueles intercessores que me deram uma grande derrota no espiritual’, disse ele à CBN News.

“Quando cheguei na vizinhança eles estavam no espírito juntos de mãos dadas. Eu sei que eles estavam fisicamente de mãos dadas em uma área? Eu não sei, mas no reino espiritual eles estavam de mãos dadas. E eles conseguiram me expulsar do bairro”, acrescentou.

Ramirez disse que ele abortou sua missão por causa do poder das orações dos cristãos. Ele está agora encorajando os cristãos a ampliar o escopo de suas orações e a orar pelas escolas, o bairro e toda a nação.

O pastor disse que ele não trocaria o que ele ganhou em Cristo por nada nesta vida.

“Durante vinte e cinco anos da minha vida, consegui fazer qualquer coisa a qualquer pessoa, em qualquer lugar”, disse Ramirez, segundo a CBN News. “Eu conto que tudo seja insensato para ganhar a Cristo. Ele é meu Uno. Ele é a respiração que eu respiro. Ele caminha comigo. Eu posso ouvir o som da voz dele em meu ouvido”, acrescentou ele.

Fonte: Christian Today

Comentários

Deixe um comentário