Os três principais candidatos relatam 0 contribuições privadas diretas

Os três principais candidatos presidenciais do México não declararam um único peso em contribuições financeiras privadas diretas para suas campanhas eleitorais, mostram os registros federais, levantando preocupações dos observadores da corrupção sobre a potencial influência do dinheiro negro em uma disputa crucial.

Candidatos dos três principais partidos políticos do México disseram que confiaram quase que exclusivamente em dinheiro de seus partidos, que é esmagadoramente público, para financiar suas campanhas, num total de mais de 634 milhões de pesos (24,5 milhões de libras).

Isso é de acordo com as declarações mais recentes que apresentaram ao Instituto Nacional Eleitoral, conhecido como INE.

Comentários

Deixe um comentário