‘Eu sou dedicado a proteger as vidas de todo americano, incluindo o não nascido’

 

O presidente Trump afirmou na quinta-feira que está comprometido em proteger os direitos dos nascituros.

Em uma carta para os participantes da conferência anual do Direito Nacional à Vida, de 2018, o presidente afirmou que seu dever de defender a vida americana  se estende aos nascituros.

“Todos nós temos o dever de defender o direito humano mais básico e fundamental – o direito à vida. Como presidente, dedico-me a proteger as vidas de todos os americanos, incluindo os que ainda não nasceram ”, escreveu o presidente aos participantes da conferência.

Trump continuou delineando os esforços de seu governo para proteger a vida e parabenizou o trabalho do Comitê Nacional do Direito à Vida em defender “nossa nação mais vulnerável”.

A mensagem do presidente foi lida durante a sessão geral de abertura da convenção, de acordo com Derrick Jones, diretor de comunicações do Comitê Nacional do Direito à Vida.

A Convenção Nacional Anual do Direito à Vida de 2018 começa hoje, quinta-feira, 28 de junho, e vai até domingo em Overland Park, Kansas.

Leia a carta do presidente para o NRLC abaixo:

“Todos nós temos o dever de defender o direito humano mais básico e fundamental – o direito à vida. Como presidente, eu me dedico a proteger as vidas de todos os americanos, incluindo os que ainda não nasceram ”, escreveu Trump.

“Desde o meu primeiro dia no governo, tomei medidas concretas para defender o direito à vida. Uma das primeiras ações que tomei como presidente foi restabelecer a política da Cidade do México de garantir que os dólares dos contribuintes não sejam usados ​​para financiar organizações que realizam abortos em países estrangeiros. Também assinei uma legislação que permite aos estados priorizar a forma como gastam seu orçamento familiar, concedendo aos Estados a opção de reter financiamentos do contribuinte de organizações que realizam abortos. Além disso, no mês passado, meu governo propôs atualizações aos regulamentos que regem o programa de Planejamento Familiar do Título X, a fim de melhorar a Saúde da Mulher e garantir que fundos federais não sejam usados ​​para financiar a indústria do aborto em violação da lei ”.

Ele escreveu: “O trabalho do Comitê Nacional do Direito à Vida é fundamental para proteger os mais vulneráveis ​​de nossa nação. Desde 1968 você tem dado uma voz aos sem voz. Todos os dias você ajuda a espalhar compaixão e a promover a dignidade de toda pessoa humana. Sou verdadeiramente grato por seus esforços e continuo comprometido em continuar trabalhando com você à medida que cultivamos um mundo que valoriza e considera cada vida humana ”.

 

Fonte: Info WARS

Comentários

Deixe um comentário