Uma banda de música country diz que uma música patriótica que eles criaram e celebra a bandeira americana foi censurada pelo Facebook.

A Wes Cook Band, sediada em Nashville, na segunda-feira, escreveu que a gigante da mídia social os impediu de promover sua música, “Eu Falo pela Bandeira”, usando a ferramenta de anúncios pagos da plataforma devido à sua mensagem política.

“Nossos anúncios pagos da FB foram negados e nosso alcance foi censurado porque esse vídeo contém ‘conteúdo político’. Acreditamos que o patriotismo não é político!”, Disse a banda em um post no Facebook.

A letra da música reúne pessoas de todas as classes sociais para se unirem atrás da Old Glory, afirmando: “Não importa se você é preto ou branco ou quem você ama, eu defendo a bandeira, e a bandeira representa todos nós.”

Outras letras incentivam a união: “Você não precisa escolher um lado. Você pode amar seus semelhantes e ainda ter orgulho”, e o vídeo também mostra pessoas de todas as raças que celebram a América.

Os screenshots mostraram que o Facebook rejeitou o pedido da banda para aumentar o post, reduzindo significativamente a circulação da música.

Captura de Tela 2018-07-05 às 17.54.05

Em uma mensagem para a Fox News, o Facebook alegou que a rejeição do anúncio pago da banda foi um erro.

“Recentemente, anunciamos que qualquer um que exibisse anúncios sobre questões políticas ou outras grandes questões nacionais deve incluir um rótulo “pago “, afirmou um porta-voz do Facebook.

“Depois de analisarmos novamente, determinamos que esse anúncio não precisa desse marcador. Embora essa seja uma nova política e, embora nunca seja perfeito, acreditamos que saber quem está por trás de um anúncio é importante, e continuaremos trabalhando para melhorar conforme a implantação.”

Apesar de reconhecer o erro, Breitbart observa que o Facebook ainda não retificou a situação.

“…Ainda falta saber se o Facebook realmente resolveu o problema ou se o gigante da mídia social esteve em contato com a banda”, relata Warner Todd Huston. “Fontes próximas ao assunto dizem que o Facebook ainda não retificou a questão apesar de sua declaração admitir que cometeu um erro e alegando que isso reverteria esse erro.”

Fonte: InfoWars

Comentários

Deixe um comentário